sábado, 9 de julho de 2011

Recordando: Brava Gente - Enquanto a noite não chega

Enquanto a noite não chega

de Josué Guimarães

adaptação de João Emanuel Carneiro

direção de Denise Saraceni

elenco:

MÁRIO LAGO - Eleutério

ELOÍSA MAFALDA - Conceição

FLÁVIO MIGLIACCIO - Teodoro

CAIO JUNQUEIRA - Adroaldo

Numa cidadezinha abandonada, onde o coveiro Teodoro aguarda a morte de seus dois últimos habitantes, o casal de idosos Eleutério e Conceição, para deixar o lugar. Os dois estão juntos há 75 anos e vivem das lembranças do passado e da saudade de Adroaldo, o filho morto na Segunda Guerra. A capacidade de encarar a morte de uma forma bonita é o ponto central desta história, cujo clima poético conduz a um final surpreendente.

Esta história passada na década de 50 - escrita em 1979 pelo escritor e jornalista gaúcho Josué Guimarães - foi adaptada por João Emanuel Carneiro para os dias de hoje e dirigida por Denise Saraceni no estúdio da Cinédia Jacarepaguá, zona oeste do Rio) e na cidade de Ivoti, situada a 50 minutos de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

"Geralmente minhas adaptações são mais anárquicas. Nesta procurei manter a atmosfera do livro, fui muito fiel. Carreguei na emoção para mostrar como o amor conseguiu mantê-los vivos. É muito interessante como as pessoas podem se alimentar das memórias do passado", diz o roteirista João Emanuel Carneiro que, diferentemente do original de Josué Guimarães, centrou a trama em um filho só - no livro eram seis filhos - para condensar a história.

"A cada dia que faço as cenas, acho a história muito metafórica com o fim de século que estamos vivendo. Só vai sobreviver quem tiver o mínimo de sensibilidade e humanidade", destaca a diretora de núcleo Denise Saraceni, cuja equipe reproduziu no estúdio uma casa velha e abandonada, com um quintal onde uma vaca real aparece placidamente pastando em cena. Para achar a cidade ideal que refletisse o clima proposto no livro, a equipe de pesquisadores da história, após vários estudos, chegou a Ivoti através da sugestão da viúva do autor, Lídia Guimarães.

Reveja cenas do episódio:



Fonte: Teledramaturgia

4 comente!:

Amanda Miranda disse...

Adoreiiiii

bruno. disse...

Umas das coisas mais belas que já assisti na televisão brasileira. Roteiro, elenco e direção perfeitos. Sempre me recordo com muita emoção deste episódio.

Unknown disse...

Coloquem no canal Viva os episódios de Brava Gente.

Unknown disse...

Coloquem no canal Viva os episódios de Brava Gente.